Núcleo de memória














Prédio da Escola.

O Núcleo de Memória da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia tem por objetivo preservar, estudar e divulgar a história desta área do conhecimento e da própria Instituição. O mesmo foi criado em 1997, como parte das comemorações do Cinqüentenário da Escola, transformando em realidade uma antiga reivindicação desta comunidade que sempre aspirou à criação de mecanismos de proteção de sua memória. O acervo do Núcleo de Memória da Escola de Enfermagem é constituído de cinco coleções: mobiliário, utensílios domésticos, fotografias, objetos litúrgicos e instrumentos de laboratório.















Turma de 1951.

Desde 1989, houve algumas iniciativas de viabilização da referida proposta, tendo sido marcadas, ao longo dos anos, pela descontinuidade de suas ações. Em 2001, foi constituída uma comissão, formada por professores, servidores e estudantes para efetivar as atividades deste Núcleo.

Atualmente, esta comissão está empenhada no desenvolvimento de um projeto de implantação da exposição permanente através da elaboração de um plano museológico que contemple e valorize seu acervo. Para tanto, conta-se com a colaboração do Departamento de Museologia e das Pró-Reitorias de Extensão e Assistência Estudantil/ Programa Permanecer que coordenam, patrocinam e divulgam às diversas atividades.


O Núcleo de Memória da Escola de Enfermagem da UFBA se caracteriza como um projeto de Extensão que está sendo desenvolvido de forma integrada com a Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas/Departamento de Museologia, definindo-se conceitualmente, como um museu universitário.

Síntese do projeto:

  

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

ESCOLA DE ENFERMAGEM

FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

DEPARTAMENTO DE MUSEOLOGIA

NÚCLEO DE MEMÓRIA DA ESCOLA DE ENFERMAGEM

 

 

 

 

 

PROJETO DE CRIAÇÃO DO MUSEU DA ESCOLA DE ENFERMAGEM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - PATRIMÔNIO E MULHER: ESTUDO, PRESERVAÇÃO E DIFUSÃO CIENTÍFICA

(SÍNTESE)

Equipe:

Profa. Heloniza Oliveira Gonçalves Costa (EEUFBA)

Profa. Sílvia Lúcia Ferreira (EEUFBA)

Profa. Fátima Bonfim (EEUFBA)

Profª. Sidélia S. Teixeira (Departamento de Museologia da UFBA)

 

 

 

Estagiárias: Marcela de Jesus Brito Ramos

Viviane da Silva Santos

 

 

 

 

Salvador-Ba

Dezembro de 2010

1 INTRODUÇÃO

O Núcleo de Memória da Escola de Enfermagem da UFBA foi criado em 1997, por decisão da Congregação desta unidade. Em dezembro de 2009, este egrégio órgão deliberou pela vinculação do mesmo, ao Sistema de Museus da Universidade Federal da Bahia. O objetivo principal foi o de preservar a história da EEUFBA, primeira escola de formação de enfermeiras da Bahia e do Nordeste. Desde o ano de 2009, a Congregação da Escola destinou espaços para a exposição permanente do acervo, sala de recepção e reserva técnica para o funcionamento regular deste órgão. Na condição de Núcleo vinculado ao Sistema de Museus da UFBA é um espaço destinado ao ensino, pesquisa e extensão. Atualmente, tem um acervo de 3.254 objetos devidamente registrados (peças do mobiliário da década de 1950, utensílios domésticos, instrumentos de laboratórios, documentos gráficos, fotografias, quadros e objetos litúrgicos).

O acervo da EEUFBA foi constituído ao longo de sua trajetória histórica com muito esforço e determinação de membros desta comunidade. Suas coleções fornecem dados sobre a criação do curso, o cotidiano da residência para professoras e alunas, seu desenvolvimento e consolidação no quadro desta universidade. De maneira geral, revelam o dia-a-dia de uma instituição para mulheres que conviviam com o desafio de se imporem como profissionais e, ao mesmo tempo, nutriam um espírito de convivência familiar e afetiva proporcionado pela vida em comum nesta escola. Essas coleções contribuem para a realização de leituras e interpretações, podendo revelar novos dados e informações em torno dessa categoria profissional.

Vale ressaltar que um acervo dessa natureza requer a montagem de exposições (permanente e temporárias) concebidas como meio de refletir sobre a história e evidenciar a construção desse campo de conhecimento e atuação das mulheres, evidenciando seus conflitos e desafios.

2 MONTAGEM DA EXPOSIÇÃO PERMANENTE

Para montagem da exposição permanente estão previstas cinco etapas:

1ª ETAPA – Pesquisa Museológica e Fundamentação da Proposta Expográfica

2ª ETAPA - Plano Expográfico

3ª ETAPA – Preparação, Montagem e Inauguração do Museu

4ª ETAPA – Projeto Permanente de Articulação dos Conteúdos das Disciplinas da Graduação E Pós-Graduação com o Acervo do Museu

5ª ETAPA – Avaliação

 


Campus Universitário do Canela. Av. Dr. Augusto Viana, S/N, Canela. Salvador Bahia. CEP 40110-060. FONE:(71) 3283 7631 FAX: (71) 3332-4452
Créditos - Login